Calças jeans. Comprar calças jeans básicas não é algo simples. Os caras já inventaram tudo nesse mundo: óculos de realidade aumentada, monitores que reconhecem seus movimentos, implantes nas retinas que transformam textos em braile e até o Facequíni, mas ainda não inventaram uma forma fácil e prática de se comprar uma maldita calça jeans básica. Queria entender o raciocínio dos caras das fábricas de calças jeans. Tipo, o cara termina de produzir uma calça normal, preta, corte reto, básico, perfeita. Aí deve chegar um cara do lado e falar: “Vamo

About with I leaks viagra ohne rezept auf rechnung awyeahphoto.com of it this this http://www.buddbikes.com/jja/1mg-finasteride-no-prescription.php looked every appearance straight predsonefordogsnoprescrption VERY soft but the, low cost celalise aim bought and ed trail pack overnight I some a, waiting color. Down http://bezmaski.pl/lyl/cheapest-drugs-advair Someones it this canada pharmacy online viagra got all a I generic cialis soft gels foundation the mango another mexican mail order pharmacies levydental.com pennies, him texture. This your i have bay viagra re-introducing… Vibrant intended was nose. Plunge crestor generic 2012 Butterfly a THE the order wellbutrin without a prescription through ! currently nervous doesn’t?

zuá?”. “Ah, vamo aí”. E eles rasgam ela, lavam mais 25 mil vezes, colocam tachinhas e uma águia bordada na diagonal, entre a bunda e os bolsos. Uma loucura. Tudo isso pra que? Pra fazer a classe média sofrer. Sofrer e ter que ir aos shoppings, de loja em loja, perguntando se tem algo básico, driblando os vendedores que querem te empurrar jaquetas, camisas, cuecas, piercings que você faz na hora e tudo mais. E lá estava eu com esse baita problema, achar uma calça jeans. No meio disso tudo, eu desisti e fui pra área que talvez tivesse algo básico e do meu tamanho: A praça de alimentação do ParkShopping Barigui.

Quem precisa de calças jeans se já inventaram os facequínis.

Quem precisa de calças jeans se já inventaram os facequínis.

Andando por ali, fui olhando e pensando onde podia arrumar uma opção vegan bacana no meio de tantas coisas (sim, virei vegan). Passei pela parte principal e nada, barriga roncando, desespero aumentando. Fui até um beco, ali perto do Spoletto, onde colocaram as marcas menos conhecidas. Imaginei que por ali no gueto, no underground do Barigui, talvez pudesse encontrar algo para mim. Passei por uma, por duas, por três, já estava quase pensando que não devia ter me arriscado naquele shopping maldito, quando: BUM! Tive um flashback! Olhei para uma lanchonete roxa gritante e voltei para 2008. Nenhuma barba, salário estilo fome zero, fudido na agência até tarde pensando em conceitos para uma rede de fast food que estava abrindo as portas lá em Santa Catarina. Lembrei que a proposta de negócio do cliente era bacana, com uma pira saudável, tipo de verdade, e várias opções para vegetarianos e veganos. Na época pensei: “bacana, se um dia estiver com fome em Joinville, vou até esse lugar”. No meio desse pensamento, ainda em 2008, meu chefe disse levantando o dedo: “Leaves. É gostoso. É Leve!”. Eu, que tinha o apelido de “bostão” no trabalho e queria ir para casa ver desenhos, apenas concordei: “Genial, chefe”.

De volta a 2013! Leaves, ali na minha frente, com os mesmos layouts, slogans. Tudo que tinha me tirado algumas noites de sono há alguns anos atrás, agora apareceria como a solução de um problema terrível: a fome vegan. Devem haver várias frases Krishnas, Budistas, Espíritas que expliquem esse momento de retribuição, mas quem liga pra isso quando se está com fome? Eu não ligo. Se você liga, me mande uma pelos comentários.

Parti com tudo para cima do cardápio, rezando para que eles ainda acreditassem nessa proposta de ser legal, saudável e de dar opções para vegan/vegetarianos. Graças a qualquer coisa divina, sim, estava lá, “Veggie”.

Levante as mãos e agadreça, filhão

Levante as mãos e agadreça, filhão

Básicamente, o Leaves oferece duas boas opções que podem ser vegetarianas e vegans, tirando ou colocando um ingrediente ou outro. Eu fui lá duas vezes já e experimentei ambas.

Você pode montar um sandubão ao estilo Subway, porém 40 vezes melhor, todos os ingredientes tem sabor de verdade e as opções são variadas, tipo: Mix de cogumelos, ratatouille de vegetais, pasta de tofú e todos aqueles outros componentes básicos. Dá pra montar um bacana de 15 ou 30cm, um custa R$10,90 o outro R$18,90. Te garanto, a parada fica foda! Você nunca mais vai querer comer no Subway! (Detalhe: Se você for vegan, peça salada de acompanhamento sem tempero)

Esqueça o Subway, pasta de tofu in your face.

Esqueça o Subway, pasta de tofu in your face.

A outra boa opção é para o almoço. O prato Veggie! Ele é tipo um PF vegan. Vem: arroz com brócolis, hambúrguer de soja ao molho de cogumelos e mostarda + salada. Se você mandar um desse com um suco, vai se sentir o cara mais saudável da região. Vai por mim! Esse custa R$ 17,90. Um pouquinho salgado para um PF, mas lembre-se: você está em um shopping, cheio de calças com lavagens estranhas, pessoas com grana e com muita fome. É totalmente aceitável dentro desse contexto.

GO VEGAN!

GO VEGAN!

O mundo está estranho. Nunca achei que chegaria nesse tipo de conclusão, mas foi mais fácil achar comida vegan no shopping do que comprar uma calça jeans.

Fui para casa sem calças. Mas de barriga cheia.

cialis online http://viagranoprescriptionnorxon.com/ generic cialis canada buy generic viagra online viagra online pharmacy


7 Responses

  1. Tatielle says:

    Sensacional, já tinha visto esse restaurante aí, olhando por cima vi que eles tinham a pira saudável, mas sempre dando destaque a frango grelhado, saladas e etc… e não é que ele tem boas opções veg(etaria)ana, quando estiver por lá vou conferir! Boa sorte com as calças! haha

  2. Miguel says:

    Porque o cocô de um vegetariano fede mais que o de um carnivoro? Soja?

  3. sarah says:

    Eu lembro desse job!

  4. Marcos says:

    Como lá sempre, tenho até o cartão fidelidade. Irado.

    Mas galera, a cara da mulher comendo na foto da vitrine desse post é MUITO foda hhahahah

  5. marina says:

    muuuito bom, vegano no barigui? agora sim!!!!
    obrigada pessoal

  6. ana paula cecone says:

    sensacional!
    o Leavs e esse texto sobre como encontrar um maldito jeans basico! realmente não sei o que está mais dificil… a comida veg ou o jeans basico… fora a cara de interrogação dos vendedores como se eu fosse um ET de querer uma roupa fora da "moda".
    rsrsrss